0

Aprendizagem: Guia de como montar um processo de aprendizagem

Aprendizagem: Guia de como montar um processo de aprendizagem
2021/02/05

O processo de aprendizagem corporativa não é uma tarefa simples e é preciso que o plano de ação seja muito bem traçado para que os colaboradores e empresa possam aproveitar de todo o seu potencial e benefícios.

Pensar sobre a aprendizagem das pessoas é essencial, afinal, são elas as grandes responsáveis pela execução de tarefas e estratégias e quanto mais capacitadas, melhor seu desempenho, certo?

Como estão os planos de educação corporativa em seu negócio? Reunimos dicas essenciais para que seu plano de processo de aprendizagem saia do papel. Confira!

O que é processo de aprendizagem corporativa?

A aprendizagem corporativa ou organizacional é um processo de aprendizagem de forma contínua que envolve diversas metodologias e, mais do que estratégias de treinamento e desenvolvimento, trata-se também de pessoas, ideias, ações e questionamentos.

Sendo assim, a aprendizagem corporativa é muito mais do que teorias e conhecimentos técnicos, ela é uma união também às experiências, relacionamentos e trabalho individual e coletivo para resultados positivos.

A cultura de aprendizagem dentro de um ambiente fortalece a construção do conhecimento individual e coletivo e dá benefícios para as pessoas e times, como:

  • Motivação e engajamento;
  • Ambiente mais propício à inovação;
  • Melhoria do clima organizacional;
  • Atração e retenção de talentos;
  • Maior produtividade;
  • Incentivo à gestão de conhecimento.

Como montar um processo de aprendizagem?

Como dissemos, a aprendizagem corporativa não se dá apenas no ensino formal, sendo uma construção de estímulos, experiências e convivência. Justamente por isso, ela precisa ser um processo que olhe para diversas frentes.

Confira algumas ações importantes para que um processo de aprendizagem seja bem desenhado em sua organização.

Entenda as necessidades das empresas e colaboradores

Não há forma de começar um processo sem entender a real necessidade dentro de sua organização. Para isso, é essencial conhecer suas pessoas, suas necessidades, dificuldades e problemas em cada setor.

Faça levantamento de tudo que é feito e pode ser melhorado e entenda como a educação pode ter papel importante para esses resultados.

Mais do que apenas observar e acompanhar números para compor o planejamento, é importante perguntar às pessoas. Ou seja, faça pesquisas organizacionais para buscar a visão daqueles que receberão e farão parte de forma intensiva do processo de aprendizagem.

Defina seus objetivos e metas

Com uma visão sobre empresa e colaboradores é possível seguir para uma parte crucial do plano de aprendizagem: a definição de objetivos e metas. Pense em o que precisa ser resolvido e o que será medido para entender o resultado desta resolução, faz sentido?

Como o processo de aprendizagem é amplo, pense em seus objetivos para o ensino de técnicas e habilidades, as hard skills, e para os comportamentais, as soft skills.

Entenda quais habilidades comportamentais precisam ser desenvolvidas em suas pessoas, como comunicação, liderança, motivação, inovação, entre outros. Liste as técnicas importantes para que as funções sejam exercidas da melhor forma dentro de seus setores.

Crie objetivos práticos e direcionados. Por exemplo, não diga que pretende aumentar as vendas com o processo de aprendizagem, mas defina algo como: “aumentar em 20% as vendas”. É preciso números e resultados que sejam possíveis de quantificar.

Lembre-se que as metas precisam ser motivadoras, mas têm que ser realistas para não causar o efeito contrário ao parecer impossível para os colaboradores.

Planeje ações e conte com diferentes metodologias

Estruture seu plano de treinamento e não se prenda apenas a ações de sala de aula. Pense no colaborador como centro do aprendizado e foque em sua experiência com o processo.

Para isso, trabalhe com diferentes metodologias que unam diversos sentidos e estímulos, desde áudios, vídeos, imagens, entre outros.

Mais do que isso, fique atento a tendências e invista em técnicas como gamificação ou microlearning. A gamificação é processo de utilizar estruturas jogos e lúdicas para tornar o aprendizado mais interativo, próximo do real e motivador com conteúdos contextualizados.

Já o microlearning são como “pílulas do conhecimento”, ou seja, são como divisões de conteúdos que podem ser acessados e compartilhados nas rotinas para que as pequenas lições façam com que a prática seja tomada logo em seguida.

Apostar em diferentes formas de aprendizagem faz todo sentido para que o colaborador enxergue valor e se engaje em sua jornada de conhecimento.

Incentive o compartilhamento de conhecimento

Uma das formas de aprendizagem dentro de um ambiente organizacional é a partir das trocas entre pessoas. Os colaboradores carregam experiências próprias, sejam de vida ou de outros empregos, têm gostos, preferências e aptidões para diversas atividades.

É muito importante incentivar que essas informações sejam compartilhadas para o crescimento das pessoas e da empresa.

Busque por estruturas de canais abertos de comunicação, incentive ações como palestras internas, rodas de conversa e até mesmo atividades informais como as conversas de corredor.

Além de fortalecer o clima organizacional, ter pessoas dispostas a trabalhar em conjunto e compartilhar suas experiências faz muito bem para o sistema do negócio.

Invista em cultura organizacional

A cultura organizacional é outra fonte de aprendizagem dentro das empresas e ela não pode ser esquecida. Através da missão, valores, visão e cultura estabelecida as pessoas seguem códigos e criam formas de trabalho.

Essa cultura deve ser muito bem estabelecida e replicada para as pessoas. É importante que os líderes e gestores ajam de acordo com elas, afinal, muito se aprende a partir da observação e exemplo.

Avalie e faça análises

Com diversos processos correndo na empresa, treinamentos, metodologia ativas, feedbacks, interação entre pessoas e outros, é preciso avaliar todas as ações para metrificar o que está sendo positivo ou pode ser otimizado.

Não basta colocar um plano em prática e esquecê-lo, lembre-se que a análise é parte crucial de seu processo de aprendizagem. Retome seus objetivos, observe como está o caminho até ele e quais seus reais resultados.

Faça com que a aprendizagem seja um processo contínuo para que melhorias sejam sempre estabelecidas.

A aprendizagem evolui muito a cada passo das empresas e tecnologias e é preciso que as organizações tenham atenção nesse importante processo de desenvolvimento e capacitação de pessoas.

O quanto o processo de aprendizagem é colocado em prática em seu negócio? Utilize nossas dicas, coloque ações na estrutura e colete seus resultados! Aproveite e experimente grátis nossa solução e entenda como seu plano de aprendizagem pode crescer ainda mais rápido!


    Warning: foreach() argument must be of type array|object, bool given in /home/engage/public_html/wp-content/themes/cms/single.php on line 73