0

Desenvolva, Retenha, Cresça: Gestão de Talentos Vencedora

Desenvolva, Retenha, Cresça: Gestão de Talentos Vencedora
2023/09/25

Para ter bons resultados no negócio é preciso contar com boas pessoas e cada vez mais um compromisso estratégico das organizações e dos profissionais de RH é mudar a forma como fazem a gestão de talentos em seu ambiente.

Ficou para trás a ideia de que o RH é apenas um setor para recrutamento e seleção e para lidar com itens burocráticos, mas cada vez mais esse – e outros setores – são ligações cruciais para desenvolver talentos, engajar pessoas e tornar as organizações cada vez mais competitivas no mercado.

O quanto seu negócio está de fato investindo em gestão de talentos e em ações para suas pessoas nas mais diversas fases da jornada? Acompanhe!

O que é a gestão de talentos?

A gestão de talentos vai além do olhar para o colaborador como uma ferramenta produtiva que precisa ser desenvolvida com hard skills, mas sim uma estratégia e acompanhamento que envolve preocupação genuína com o ser humano e suas particularidades.

Sendo assim, podemos dizer que a gestão de talentos é a união de estratégias para atrair, selecionar e reter os melhores profissionais – criando o compromisso de valorizar cada pessoa em todos os seus aspectos pessoais e profissionais.

Baseada nos princípios de atração, retenção, aprendizagem, desenvolvimento, valores, visão organizacional, plano de carreira e gestão por competência, essa estratégia vai em direção não apenas ao próprio crescimento do negócio, mas também caminha para o desenvolvimento dos talentos na empresa.

Como fazer a gestão de talentos?

A gestão de talentos não é um processo fechado e com roteiros, afinal, cada realidade é diferente e cada organização conta com algumas necessidades e particularidades. Porém, existem tarefas e estratégias que são essenciais para bons resultados e é sobre essas macros ações e funções que vamos falar:

Mapeamento de talentos

Recrutar talentos não é apenas sobre receber currículos dentro da empresa. É cada vez mais preciso buscar profissionais que tenham as competências necessárias e, mais do que isso, que tenham sinergia comportamental e cultural.

Para isso, é preciso entender e saber o que se quer dentro do negócio e mapear expectativas, perfis e necessidades é essencial para uma gestão de talentos eficaz.

O mapeamento de talentos diz também sobre essa ação dentro da organização, ou seja, o olhar atento e crítico para o mapeamento das pessoas que já estão inseridas no negócio para que elas tenham planos de desenvolvimento.

Atração de talentos

Ao entender quem a empresa espera dentro do negócio, torna-se mais fácil atrair pessoas direcionadas para os objetivos. Aqui, cada vez mais falamos sobre o employer branding, ou seja, ações e estratégias internas para aumentar a imagem positiva no mercado e para que os próprios colaboradores sejam grandes promotores da marca e atraiam, organicamente, pessoas que tenham a ver com o negócio.

Para atrair talentos é importante que o RH invista em diversas ações para conversar com o mercado, seja através de redes sociais, sites especializados, feiras e eventos, entre outros.

Recrutamento e seleção de talentos

Depois de atrair, é preciso ter boas formas de recrutar, afinal, de nada adianta fazer com que as pessoas queiram trabalhar na sua empresa e criar barreiras para a comunicação e processos.

Invista em boas plataformas e, mais do que isso, em experiência. A jornada do colaborador começa desde o processo seletivo e é importante que cada ação seja pensada para bons contatos com a empresa.

Treinamento e desenvolvimento dos talentos

Mais do que contratar boas pessoas, é preciso estratégias para treinar, desenvolver e engajar esses colaboradores dentro da organização. É crucial investir em treinamentos em toda a jornada do profissional, seja para desenvolver hard como soft skills.

Uma organização que investe em capacitação é uma organização que investe e se preocupa com seu crescimento de forma verdadeira.

Quando falamos em desenvolvimento, é também crucial que exista um claro plano de carreiras para cada colaborador. De nada adianta pensar em salários e benefícios se o talento não enxerga o seu potencial de crescimento a longo prazo dentro do ambiente.

Para reter talentos de fato dentro do negócio é preciso que ele se encontre dentro da cultura e claro, tenha perspectivas claras de futuro e desenvolvimento profissional e pessoal atrelados ao ambiente.

Avaliação de desempenho

Ter metas, avaliar pessoas, criar indicadores e ter cultura de feedback é essencial dentro de uma boa gestão de talentos. Somente entendendo de como está o desempenho no negócio é que cada profissional pode trabalhar em seus pontos fortes e fracos, não é mesmo?

Portanto, crie calendários, dê feedbacks, tenha ciclos de avaliações, integre-os aos planos de carreira e faça com que o colaborador entenda sobre sua posição na empresa e em seus resultados.

Por que investir nessa estratégia?

Já deu para entender como investir em desenvolvimento humano e gestão de talentos é importante não é mesmo? Para que essa estratégia fique ainda mais clara para você, reunimos alguns benefícios para o negócio ao ter os talentos como um dos centros da estratégia:

  • Reduz turnover;
  • Retém talentos;
  • Fortalece a cultura organizacional;
  • Aumenta engajamento e motivação;
  • Dá espaço para inovação;
  • Reduz custos;
  • Atrai talentos aderentes ao negócio;
  • Melhora resultados internos;
  • Aumenta a satisfação do consumidor.

Como o seu negócio está olhando para a gestão de talentos, desenvolvimento de pessoas e cultura de educação e treinamento em seu negócio? Aproveite que agora você sabe um pouco mais sobre a gestão de talentos e práticas essenciais na estratégia e reveja o que está sendo feito em sua rotina!

Além disso, como estão os seus treinamentos e ações para desenvolver pessoas? Conte com a Engage para tornar a sua gestão de talentos ainda mais simples e eficaz através de treinamentos simples, direcionados e que dão resultados!


    Warning: foreach() argument must be of type array|object, bool given in /home/engage/public_html/wp-content/themes/cms/single.php on line 73